Os moradores das grandes cidades são a favor do turismo

1024 576
Travel2Latam
Travel2Latam
https://es.travel2latam.com/nota/54791-os-moradores-das-grandes-cidades-so-a-favor-do-turismo
Os moradores das grandes cidades são a favor do turismo
Lun 03 de junio de 2019

Um estudo global da UNWTO revela que os entrevistados com mais de 50 anos recebem menos impactos negativos de receber um grande número de visitantes


Uma pesquisa global realizada em 15 países pela Organização Mundial do Turismo (OMT) e o IPSOS revela que os cidadãos das grandes cidades acolhem a chegada de turistas à sua cidade.

"Para garantir que o turismo urbano continue a beneficiar os moradores locais, é essencial implementar políticas e práticas sustentáveis. Isso inclui o monitoramento regular das atitudes dos moradores em relação ao turismo e sua fatoração na agenda do turismo ", disse o secretário-geral da OMT, Zurab Pololikashvili.

Percepções, países e idade
Os impactos do turismo são mais valorizados na Austrália, Argentina, Suécia, República da Coréia e Espanha. Os jovens inquiridos (com menos de 34 anos de idade) demonstram uma maior consciência dos impactos positivos e negativos do turismo urbano, em contraste com os inquiridos mais velhos (mais de 50) que percebem menos impactos negativos. Os entrevistados mais jovens também são mais propensos a favorecer medidas mais restritivas para gerenciar o aumento da demanda turística. Entre os entrevistados mais velhos, apenas 5% acham que a promoção do turismo deve parar, e apenas 8% são a favor de limitar o número de visitantes em suas cidades, em comparação com 12% e 16% dos jovens entrevistados.

Os entrevistados que viajam frequentemente para destinos internacionais (duas ou mais vezes no último ano) têm menos probabilidade de sentir que vivem em cidades com um grande número de turistas, em comparação com os entrevistados que não viajam com frequência. Da mesma forma, a percepção de um impacto positivo do turismo é significativamente maior entre os entrevistados que viajaram no ano passado.

Infraestrutura e experiências - as medidas mais favorecidas em todos os países
Com relação a possíveis medidas para lidar com os crescentes fluxos de turismo nas cidades, os moradores dos 15 países consideram que "melhorar a infraestrutura e as instalações" é o mais eficaz. Na Hungria, 89% dos inquiridos destacaram esta medida como a mais adequada, seguida pela Itália (80%) e pela Argentina (79%).

Da mesma forma, "criar experiências e atrações que beneficiam tanto os moradores quanto os visitantes" é a segunda estratégia de gestão preferida e extremamente popular em todos os países (82% no Canadá e na Hungria, 75% e 74% na Argentina e República da Coreia, respectivamente).

visitas

¿Te ha gustado la nota? ¡Compártela!

Tendencias
que estan leyendo nuestros usuarios en este momento

Puedes seguir leyendo...